segunda-feira, março 26, 2007

meios velhos e os novos

Ahhhhhhh!!!!
não dá pra acreditar que ainda existe alguém escrevendo romanticamente.
Ainda bem que não estamos só

(...)

Não vá levar tudo tão a sério,
sentindo o que dá, deixa correr...*

e o olhar percorre você,
sem querer já te vi, pedindo que você me olhe
e nesse jogo, não consigo não disfarçar

(...)

Mas a carta é extraordinária!
Que saudades que senti quando a li
Como se visse você,
mas será?

Por que será?
Vou pensar...**

Quero você pra mim
lá, cá, dá, dê...
te olhei e não me viste
desde que te olho

e tenho dito: Te olho.


*trecho da música A carta, Djavan
**trecho da música O vento, Los Hermanos




Um comentário:

Celis_PPS disse...

ô coisa linda...
é sempre bom mesmo uma surpresa "
antiga"
hehehehe