segunda-feira, agosto 24, 2009

Respostando

Mais é muito metido esse blog mesmo!
Quem é você pra falar de mim?
Ridículo, petulante, mal agradecido...
E por conta de sua audácia tome aí mais uma poesia:

filho da puta
morde e assopra onde menos te dói
te odeio até te amar de novo
e mais um vez nego o que tanto queria
sacana
que pouco ama quando me tem
e mesmo me tendo quer sempre
me deixar toda vez, todo dia
infame
a pontinha do prazer que chega a doer
é ter seus azuis mirando em mim
grandes e desgraçadas mãos distantes
te odeio até te amar de novo

7 comentários:

Ric Dexter disse...

Assim você deixa o seu blog em depressão profunda...

Beijos!

Branca disse...

...dizem por aí que amor e ódio andam juntos...

Que vc tenha uma semana cheia de alegrias...bjo.

Patarata disse...

Esse ódio é mero desafio...
...é só até amar de novo.

Sarah K disse...

Retribuindo a sua visita ... É que eu tava fora da vida virtual.

Gostei dos últimos versos: "a pontinha do prazer que chega a doer/é ter seus azuis mirando em mim/grandes e desgraçadas mãos distantes/te odeio até te amar de novo" O amor é louco mesmo, rs!

E o luluzinhacamp?

bjos
;-)

jorginho da hora disse...

VIU AÍ, SEU BLOG OTARIO ?
ela faz poesia a hora que ela quiser. E tem outra coisa: eu gosto da poesia dela, e daí ?
AH, E TAMBÉM GOSTO DA PUTARIA !

ana f. disse...

que bom que esse amor vem junto com o ódio... ruim é indiferença..

Everton do N. Siqueira disse...

As vezes você me assusta rs