terça-feira, março 31, 2009

suicido

lendo poemas enamorados
dividindo o lugar com um estranho
ouvindo músicas com gosto amargo
cordas, navalhas, canivetes
uma janela aberta para a última frase
um coração dilacerado pelo golpe
estado de choque
choque, navalha ou veneno?
Moraleida se jogou
eu vou me matando aos lentos

vendo enamorados 
escrevendo e matando você em mim
engolindo seco o suco gástrico
afogando-me em minhas lágrimas
murro, atropelo e tiro
do fatal adeus ao fundo
fundo preto do poço
lá as lágrimas pingam tortura
e eu morro te vendo
fazendo poemas enamorados
matando as palavras, inexistindo ao seu lado

19 comentários:

ana f. disse...

porra, que coisa mais linda do mundo!!!!!!!! você tem noção da musicalidade e precisão da sua poesia??? !!!!

Afrodite disse...

Isso é seu?Muito bonito Larissa!!!
Já pensou em transformar em música?A sugestão da Anan é válida!!
Beijo!

Ric disse...

Um mergulho obscuro e empolgante ao mesmo tempo, esse poema me proporcionou.

Beijo.

A Outra disse...

ai ai ai... essa menina anda me saindo melhor do que encomenda.

atoronn

bjsss

Cáh disse...

concordo com a ana lá em cima..
srsrs

assassinos apaixonados... matando, morrendo, sempre lado a lado..


beijos

Rodrigo disse...

poema-suicídio é o primeiro que vejo ehheeh

Beauvoir disse...

Isso que é se suicidar com classe...rs
Beijos

Celine Ramos disse...

Eita, que lindo!!!
Adorei essa intensidade.
beijos, amor

Gabriela Coutinho disse...

Lindo =D

Branca disse...

Menina...que lindo poema! Forte, sentido...perfeito!


Bom fim de semana...bjo!

Ivansalvador disse...

bem pesado... gostei

Sunflower disse...

nem tudo que é LINDO precisa ser mimimimi, né?

Eu particularmente prefiro muito mais assim, forte, que eu aguento.

beijas

jorginho da hora disse...

Quando vc escreveu isse poema estava inspiradinha, hein?

george araújo disse...

lindo lali!
parabéns!


bjo
>>

Patarata disse...

Adoro vir aqui... Estava já com saudades... lindo demais.

Som para o coração.

Magnum Borini disse...

Nossa! d+! AMEI! vou ver os outros textos!

abração e ate+!

Leandro Marcondes disse...

Tão bonito.. eu posso desenhar alguma história sua um dia desses?

Filhas da Pagu disse...

Ah, que dor!
É lindo. Mas dói.

Bjs

Ite Ramos disse...

Mto bonito! Em pleno modernismo um poema com características do romantismo (mal do século).
Mas é isso q a literatura tem de mais bonito hj: o que se pode misturar sem proecupações.