domingo, agosto 26, 2007

das vidas que vivi.

Depois de chegar do trabalho (cansada e risonha),
abre a porta cantando a mesma música de Nana Caymi.
A bolsa atrás da porta, a calça no cabide e a TV falando só
embalam sua ida até o fogão:
-Notícia extraordinária:
uma mulher de 53 anos dá luz a filhos gêmeos.

O café, companheiro do sistema nervoso,
infecta o apartamento de saudade.
Lembrou-se da carta que recebera quando passara na portaria,
o que ela revelaria?
Mais uma dívida do seu estourado cartão de crédito?
Ou, afinal lembranças daquele velho amigo na Gréia?
Futucou a bolsa e de lá sairam papéis de bala de café,
batom e enfim a carta. E diz Willian Bonner:
-Desembarca hoje no Brasil o primeiro ministro da Inglaterra.
Desligou a TV. Rasgou a carta:

Linda!
Como está você?
Eu estar com saudade seu.
Eu sei que você não esquecer nossa conversa,
nosso love...
Eu vou ficar melhor com você.
E porque escrevo para falar
im going to you.
01 june eu estar no airport
Eu te amo
Jhonny.

- My God - digo- Meu Deus!

A música do velho vinil agora se confundia
com o choro feliz e desesperado.
Sentou no sofá com mais uma xícara de café
e chorou.

Um comentário:

Celine disse...

Eu ando lendo Lygia Fagundes e vc que ta sendo influenciada...heheheh
adoreeeeeeeei