terça-feira, outubro 31, 2006

Virtualização

Será que a gente se apaixona por um pixel? por uma imagem da tela do PC? ou por letras soltas numa conversa infomal de msn?
Querer ou não, não é opcional. Acontece sem previsão e quando se percebe, o pulsar do coração acelera com uma piscar de luz laranja no monitor. O sentimento é o mesmo de quando se vê a pessoa amada ao vivo e a cores: mãos suadas, nervosismo e aceleração cardíaca. Mas as cores não são vivas, as palavras não tem sons e os olhares não se encontram. As dúvidas são bem maiores e as certezas, inexistentes.
Assim como um pixel, a paixão por ele é uma ilusão, que causa sensações perfeitas de longe, mas que de perto, e realmente a resolução não é como imaginávamos.
Mas será que é possível se apaixonar por um pixel?

2 comentários:

ITANA disse...

uhuuuuuuuuuuuu
finalmente comsegui comentar sobre seu cotidiano ne! ehehheheh
acho mto romântico isso, é a nova forma de amar, o amor moderno permite se apaixonaar por um pixel sim!
q seu namoro virtual dure mtos anos luz viu!
bjaum nega!
te adoruuuu

Anônimo disse...

de= Louis
Lari... mto linda sua poesia!!!
doeu meu coração!!!
realmente...diz um pouco do meu ser!!!
eu sinto isso... qd estava com a pessoa q eu gostava...tinha várias dúvidas e qd estava longe...sentia uma necessidade de estar perto!!!
aiii...sentimento é foda!!!