segunda-feira, fevereiro 14, 2011

acidades

não são as luzes da cidade
mas os faróis que me assustam
os homens não sabem o que é bom

as rimas não vem
falsidades da cabeça
ao cérebro convém

entre um verso e outro penso
e dispenso apresentações
não quero sonetos, nem canções

não são as cidades que me assustam
são as pessoas que caminham
e não me dão referência, inspiram
aff, que maledicência

outro verso e penso
que não sei fazer nada
preciso caminhar de cabeça
me jogar pra pêndulo

desconsidere essa mistura grotesca

3 comentários:

Rolando disse...

oi. estive aqui dando uma olhada. muit legal. gostei. apareça por lá e se gostar pode pegaro meu selinho do blog par colocar no seu. abraços.

nina martins disse...

a mistura grotesca da cidade?!

Larissa Santiago disse...

o que você quiser...