sexta-feira, novembro 02, 2007

um vento que deu

trouxe o passado,
enxugou o suor no rosto,
fez suar mais ainda,
depois deu frio.

um frio bom,
um cio bom,
e a música que aperta o
coração:
canção de vento,
canção de dor.

saudade, é...
saudade.

vento traz você,
será que dá?
Se for um vento frio,
traz sim.

6 comentários:

Ricardo Rayol disse...

Vento sempre traz, mesmo quente. Quanto mais quente melhor... saudades frias são tristes.

Obrigado pela visita ao livro aberto.

avessodoavesso disse...

e esse vento irá trazer ele?
hummmmmmmm

kkk


bjos
>>



p.s.: porra! pior q a capa ficou feia mesmo! a 'e eu' fazia beeem melhor - rs

Lucas Portilho disse...

E aí moça...

Gostei do texto (pra variar neh)!!

Dah uma olhada nesse blog depois, ele eh mto bom (eh do meu melhor amigo, rsrs)...

Bjão pra ti

cardeo.blogspot.com

LP

Lunna Montez'zinny disse...

A manhã está se revelando interessante. O conhecer é algo agradável e a descoberta faz com que tudo pareçam pétalas a nos presentear com perfumes novos.
Adorei o verso e a possibilidade me conferida com essa visita.
Abraços mil.

Ps. Eu volto outras vezes mais...

Lunna Montez'zinny disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Celine disse...

Um ventinho frio que vem no NOrte!!
Falta uma ventania que leve pra lá!!!!
Uma passarinha voando pro seu amor!

Bjosecuida. Te_amo