quarta-feira, maio 16, 2007

a travessia é longa...

... e os passos parecem não levar a lugar nenhum
mais que caminhos, os pés desenham abismos
a cada metro deixado pra trás, revelava-se o medo
de pisar com força, de avançar.
Quando eu atravessava aquela rua eu morria de medo
de ver o seu sorriso e começar um velho sonho bom e o
sonho fatalmente viraria pesadelo, ali bem mesmo em
frente a um certo bar leblon*
as rachaduras do asfalto evidentes fazem a dúvida dos passos
e se não há um sinal vermelho pra parar, como então desitir
da travessia?
não dá, simplismente não dá, e se ao chegar do outro lado a
calçada não for tão segura quanto havia imaginado,
volto pro meio da rua e peço pra que venhas ao meu encontro.

*trecho da música Tesoura do desejo de Alceu Valença.

Um comentário:

Celis disse...

A rua do coração nao tem poste Lari....a gente segue no tato...
hehehe...
amo tu
e vc vai pra sapé..
iahiuahuaa