terça-feira, outubro 02, 2012

carrancuda

aros de óculos vermelho
lábio lindo e lânguido
que fino traço!
cabelos preto betume
unhas brilham vaga-lume

só que a perfeição tem erro
eis dela o nome perfeito:
carrancuda
sem sorriso, sem esboço
sem festejo, sem adorno

ela nem me olha, pois
caso fosse, lhe olharia
e de volta sorrisos com
    bocas, alegrias
  lhe faria uma cura

nunca mais ela subiria
    no ônibus triste
nem apagada ou carrancuda
irradiada e formosa seria
mulher da boca brilhosa
batom claro cor do dia

Um comentário:

Gaby. disse...

Nossa...
Seu blog foi a melhor descoberta que fiz essa noite.
Muitooooo muitooo muitooo BOM.