segunda-feira, maio 04, 2009

Se você lesse

deixe eu te amar
ruim, desajeitado
estúpido e muito
não me abraçe!
Me deixe chorar tudo
e o que ainda falta chorar
não me acalme
não me corrija
não me diga palavras boas
me deixe cair
me deixe errar
te amar torto
injusto, sozinho
triste e grande
Não explique esse amor
não meça distância
nem impeça a loucura
não me ouça falar

13 comentários:

Celine Ramos disse...

ai meo deos....faz o que, entaoo?:???

Ric disse...

Assim fica difiiici!

Beijos.

Rodrigo disse...

amor brega e inconsequente? Demais!

jorginho da hora disse...

E quantas vezes dizemos essas coisas na realidade. Aliás, desejamos mais do que dizemos.

Thiago disse...

amor torto, quentinho isso!

matheus matheus disse...

Eu também tô nessas do "Se você lesse"... mas as vezes é melhor mesmo que a pessoa para a qual o texto foi escrita nem leia... Já me meti numas confusões porcausa disto.

ana f. disse...

o amor é um não-saber-o-quê, num é mesmo? sei lá... Às vezes me sinto como os versos desse poema.. achei bonito..

FRENTE disse...

não precisa fazer nada.
basta estar ao seu lado...



bjo
>>

george araújo disse...

esse comentário aí em cima foi meu - hehe

>>

Guilherme disse...

Certa vez você comentou num blog que eu tenho que funcionava meio como que às escondidas.

Agora, tem continuação lá.

Se quiser, veja o www.vomitonovento.blogspot.com

Guilherme disse...

e há também coisa nova no www.vomitonoventosiames.blogspot.com

Ce sabe por que dewisqe sumiu? Só restou seu fusca ativo.

Larissa Santiago disse...

ahhahahaha
tô com saudade dele.

Maryjane Oliveira disse...

não explica, sente... muito belo, viu moça? lindo blog. bjs