terça-feira, fevereiro 03, 2009

aos seus olhos azuis

Se você quiser vou
Se deixar a mão quer
Como no sonho sempre vagueia
Os olhos azuis, nariz e pé
                  *
Te amo e grito pra dentro
por um bom tempo tento deixar
sentimento, luz amarela, assento
e a voz no peito a letra faz calar
                  **
Eu vou ainda
São seus pés que os meus querem
Umas mãos, luzes, pele
Seu nariz minha boca beijar
O melhor nariz pro meu passear

12 comentários:

ana f. disse...

texto bonito!


tipo, você não me conhece, mas conhece o marcos... aí ele me falou de você.. que você é baiana e tals e foi visitá-lo lááááá em itaúna.. (achei muito bacana!).. aí eu entrei no seu blog e achei legal!! você escreve muito bem! prazer em conhecê-la.. meu nome é ana..

Ric@rdo disse...

Eita, narizinho bom!

Beijo.

jorginho da hora disse...

Ufa! Esse tipo de poema sempre me instiga e me deixa com vontade de pedir bis. Pena que esta foi só uma rapidinha.

Celine Ramos disse...

Eta, que delicia de roça nariz
hehe

matheus matheus disse...

uh uh uh
la la la
ié ié
ié ié

Leandro Marcondes disse...

Muito massa! :)

Augusto Leal disse...

Grita para fora...
canta aos ventos...

george araújo disse...

o bom é gritar pra fora...
muito!

bjo
>>

alvarêz drewïzqe disse...

a sempre dificil poesia... deixo contigo o lápis e o papel.

Emely disse...

Corpos
=)

Ice Ice Baby disse...

bem pensado o lance do bolo...

Larissa Santiago disse...

aos olhos azuis mais lindos que eu não conheço